Governo brasileiro atinge a marca dos 3 mil serviços totalmente digitalizados

Há hoje pelo menos um caminho inteiramente on-line para que o cidadão realize suas solicitações, acompanhe o andamento e obtenha a resposta. Auxílio Emergencial e prova de vida digital do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) são alguns dos principais exemplos de serviços digitalizados durante a pandemia de Covid-19 e que beneficiam massivamente a população.

O PIX, do Banco Central, popularizou ainda mais essa política pública.

“No Estado brasileiro, transformação é tirar o papel, é fazer acontecer”, destaca o secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Caio Mario Paes de Andrade, ao defender a aceleração da digitalização dos serviços públicos.

“Hoje quase 70% de todos os 4,3 mil serviços do governo já são digitais. Nossa meta é atingir os 100% até o final de 2022, permitindo, assim, que possamos entregar aos cidadãos serviços de forma cada vez mais rápida e totalmente segura”, complementa.

Para acelerar ainda mais a transformação digital, foi lançado em março deste ano o programa Startup gov.br , que já começa a apresentar os primeiros resultados.

O Documento de Transporte Eletrônico (DT-e), do Ministério da Infraestrutura, é um serviço que beneficia a categoria dos caminhoneiros em todo o país e que começa a funcionar com a participação de equipes do programa.

São equipes multidisciplinares com esforços focados nos projetos digitais de grande impacto no poder público, aplicando metodologias ágeis de trabalho e entregas mensuráveis.

Há equipes do Startup gov.br atuando nas mais diversas frentes, como regularização fundiária, transportes, assistência social e educação. Inclusive no INSS e na identificação digital, hoje realizada por aplicativo do gov.br .

“O aplicativo é muito fácil de usar e bastante seguro. Através dele realizei minha prova de vida do INSS este ano pelo celular, de forma fácil e rápida, no conforto da minha residência”, conta o aposentado Dornelles Williams de Oliveira Lourenço, 67 anos, de Goiânia (GO).

“Espero que a cada dia sejam incluídos novos serviços, o que vai ser muito útil, facilitando a vida de todos e economizando tempo. Da minha parte, só tenho a recomendar a utilização do app”.

107 milhões no gov.br

Hoje, mais da metade da população brasileira já é usuária da plataforma do governo federal, o gov.br – 107 milhões de pessoas, mais precisamente. Em janeiro de 2019, o número de usuários era de 1,8 milhão.

“A transformação digital é hoje uma prioridade no governo federal e estamos avançando muito rapidamente”, avalia Luis Felipe Monteiro, secretário de Governo Digital, órgão central da transformação digital do governo.

“Estou certo de que o desafio ainda é gigante, pois o brasileiro espera e merece muito mais”. 

Fonte: Crypto ID

Leave A Comment